Abraão antigo testamento

Dízimo, e sua primeira abordagem na Bíblia [Gênesis 14]

11:53Waldryano RJ


INTRODUÇÃO 

 No verso acima encontramos a primeira referência bíblica sobre Dízimo. Abraão estava retornando da batalha contra os cinco reis que haviam capturado seu sobrinho Ló, quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro trazendo Pão e Vinho. 

 PONTOS A SEREM OBSERVADOS NO TEXTO: 

 a) Abraão viveu 430 anos antes da Lei ter sido dada a Moisés, logo o dízimo não é da Lei, mas da Graça, pois Abraão viveu na Graça de Deus. 

 b) Na bênção concedida a Abraão, Melquisedeque deixou bem claro que o Senhor é possuidor de tudo o que existe, Ele é dono de tudo e nós somos apenas mordomos e depositários das coisas que Lhe pertencem (Ag 2: 8 * Sl 24:1 * Ez 18:4). 

 c) Melquisedeque também mostrou que o Senhor é quem nos dá tudo, e faz tudo por nós. Ele é quem deu os inimigos nas mãos de Abraão, que enriqueceu com os despojos. 

 d) O fato de Abraão ter dado o dízimo a Melquisedeque, mostra o seu sentimento de gratidão e de fé no Senhor por todas as coisas recebidas. Ao dar o dízimo, Abraão adorou a Deus. 

 e) Os que dizimam são aqueles que tem recebido o Pão e o Vinho, isto é, estão vivendo no corpo 

(Pão = Corpo de Jesus = Comunhão) e recebido a purificação do Sangue de Jesus 
(Vinho = Espírito Santo = Sangue de Jesus). 

 QUEM FOI ABRAÃO? 

 a) Gn 12:1 - 9: Um homem que foi chamado por Deus para uma Obra de Fé e de total dependência e confiança no Senhor. Um servo que viveu debaixo de uma promessa. 

 QUEM ERA MELQUISEDEQUE? 

 a) Hb 7:1-3 - Era Rei de Salém, Sacerdote do Deus Altíssimo, Rei de Justiça, Rei de Paz, sem pai nem mãe, sem genealogia, não tinha princípio nem fim de vida, semelhante ao Filho de Deus, permanecendo Sacerdote eternamente. 

b) Gn 14:18 - Trouxe Pão e Vinho para Abraão. Abraão aproximou-se do Senhor para adorá-Lo através da mediação de um Sacerdote, participando de uma completa comunhão, quando comeu PÃO e bebeu VINHO. 
 Aproximou-se, portanto, por Fé e por Graça. Foi neste ambiente de comunhão que Abraão, diante de um Sacerdote que é tipo do Senhor Jesus, em atitude de adoração, deu o dízimo de tudo. 

 O VOTO DE JACÓ [GN 28:20-22] Ele desejou a companhia do Senhor, a sua proteção, e que se o Senhor lhe desse pão e vestes para o corpo, e lhe desse paz para regressar à casa de seu pai, e fez um voto: “ E de tudo quanto me deres certamente Te darei o dízimo”.Ele prometeu adorar, honrar e glorificar o Senhor, dando-lhe o Dízimo de tudo. 

A INFIDELIDADE DO POVO [ML 3:7-12] Neste texto encontramos a queixa do Senhor contra o povo de Israel, porque o mesmo havia se afastado dos estatutos do Senhor, deixando de confiar na Justiça e na Providência do Senhor. Por isso o Senhor disse: “Tornai para mim e eu tornarei a vós...” Israel na infidelidade não honrava nem glorificava ao Senhor, mas o roubava e perguntava: “Em que te roubamos ?” A resposta do Senhor: “Nos dízimos e nas ofertas alçadas”. Por isso o Senhor diz no verso 9: “Com maldição sois amaldiçoados...” Quando o servo deixa de dar o dízimo, esperando entregá-lo no mês seguinte, nunca o fará, pois passa a se cumprir em sua vida o que está escrito em Ag 1: 6. As dificuldades aumentam cada vez mais para impedir a fidelidade do servo. O Senhor diz em Ml 3:10 - “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento em minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos...” Muitas bênçãos advêm da fidelidade em dar o dízimo. Exemplo nos versos 11 e 12. 

A ORDEM DO SENHOR JESUS MT 22:21 - “Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.” OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: a) Como dar o dízimo? Com humildade e glorificação ao Senhor devemos consagrar 10% de tudo aquilo que é nossa renda. b) Devemos descontar algo do dízimo? Não, pois o dízimo é todo ele consagrado ao Senhor. Ele não pode ser usado para coisas estranhas e sim entregue todo ao Senhor. Não podemos administrar o dízimo, pois ele é do Senhor. 

PARA QUE SERVE O DÍZIMO? a) Para mantimento da Casa do Senhor, isto é, da Obra do Senhor.
Para aquisição de imóveis, terrenos, construções de novas igrejas, pagamento de aluguéis , pagamento de contas de luz, água, etc. e para a manutenção do culto e evangelização. O dízimo nunca é usado para sustento de pastores, pois na Obra o ministério não é profissional.

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato