mensagem evangélica waldryano

O ladrão da Cruz

18:31Waldryano RJ


A paz do Senhor a todos

Estou pensando muito sobre um filme que assisti, 
Deus não está morto.
Será que conto o filme? 1, 2, 3, contarei rapidamente da minha maneira bem sucintamente [conte logo Waldryano]

Bem um calouro começa sua jornada acadêmica em uma universidade americana, um tipico filme jovem, senão fosse por um detalhe, é um filme cristão, não aqueles filmes com um roteiro fragilizado, não... um filme de qualidade, voltamos ao jovem.
Ele logo é alertado que terá aulas de filosofia, normal, filosofia é uma matéria cotidiana de muitos cursos, o dele em questão advocacia.
E começa a jornada do nosso jovem cristão, e na primeira aula o professor fala sobre como é uma maravilha o mundinho pensante da filosofia, e tantos pensantes chegaram a uma afirmação taxativa, e no ver de qualquer cristão equivocada.
Deus esta morto.

O professor fala desta maneira aos alunos: - Neste semestre facilitarei as coisas para vocês alunos.
Escrevam Deus esta morto, na pagina e assinem o nome. e desta maneira ganharão a nota do semestre.
Entendam que reprovar, ou ganhar uma nota baixa para um acadêmico de direito é um suicídio acadêmico. ou seja comprometerá seu futuro acadêmico.
O nosso herói protagonista, não concorda não assina, e ganha três aulas de 20 minutos onde teria de defender sua tese: A nossa tese amados: Deus existe.
E aí é só assistir mesmo.
Um debate muito interessante entre a razão e a criação.
Neste meio tempo duas histórias paralelas.
Uma muçulmana, que sofre por se converter ao cristianismo e ter que esconder do seu pai.
Uma blogueira [é amados uma companheira blogger] que descobre que tem cancer e irá morrer.
E o namorado desta blogueira que tem um ego um tanto quanto exagerado. Boa vida, rico, a primeira coisa que faz quando descobre que a namorada tem cancer é larga-la.
Este mesmo namorado, tem uma mãe demente, que necessita de cuidados.
Cito aqui pois é a segunda cena interessante de constar.
Este namorado vai na casa de sua mãe demente e contesta ela assim:
-Como pode eu ser um impio, e viver uma vida boa, sem problemas, sou rico, e a senhora que sempre foi serva do Senhor esta desta maneira.
A mãe dele responde de uma maneira linda. não citarei deixarei a lacuna no ar assistam.

Voltando ao protagonista, é claro que ele ganha o debate, e o seu professor ateu assumido demonstra o porque de odiar Deus.
Sua mãe outrora morrerá de câncer, e ele nunca conformou-se com a situação e logo tornou-se professor de filosofia e combate Deus com suas forças acadêmicas, de sua forma equivocada. Faz uma verdadeira inquisição, e ditadura de não permitir que seus alunos acreditem em Deus.

Confesso que achei o final do filme um pouco acelerado. e as histórias tiveram um desfecho rápido, penso que o roteiro deveria de ser prolongado afim de ter mais harmonia para finalizar o filme de uma maneira mais agradável.

Mas o que fez me pensar, tive minha resposta, posso estar equivocado, logo esta mensagem aqui para refletir sobre o assunto:

O professor ateu, lê uma carta da sua falecida mãe, onde ela demonstra sempre acreditar em Deus e nesta carta, fala para o filho sempre acreditar em Deus e confiar nele.
O filho no impulso da emoção sai correndo, no momento chove, a chuva é um recurso cinematográfico para dar mais emoção a ação.
Então,
Este professor sai correndo na rua, bem desorientado, ocorre o atropelamento, e no leito de morte sua história se cruza com um pastor, ele naquele momento de vômitos de sangue de morte mesmo pergunta se ele aceitaria Jesus como seu salvador. Ele aceita.

Confesso que esta mensagem continua com uma virgula mais adiante continuarei...

click aqui e leia a continuação

A paz do Senhor a todos.

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato