esboço de mensagem waldryano

Foi Ele, Graças a Ele estamos aqui

23:51Waldryano Diácono

Deus meu, Deus meu,
Porque me desamparaste?…
Deus meu, eu clamo de dia,
e tu não me ouves; de noite,
e não tenho sossego.
(Salmos 22:1-2)
Jesus, Clamando outra vez
Com grande voz, rendeu o espírito
E eis que o véu do templo
se rasgou em dois
(Mateus 27:50-51)

Foi ele estamos aqui por seu amor | foto commons creative pixabay | arte waldryano
O Salmos 22 retrata de uma forma poética e angustiante o que haveria de acontecer com Cristo, na cruz do calvário, confesso que me comove com veemência, somente de pensar que em meio a dor Jesus Cristo o cordeiro Santo teve este (posso dizer assim) brilhantismo de recitar um Salmo, se observarmos mais de perto como Jesus falava, ele sempre estava embasado na Palavra, ele respirava a Palavra, ele aqui naqueles momentos era a Palavra e Viva.
Mas ao lermos Mateus 27, verificamos como Jesus se portou perante aquela situação, de desprezo e dor, onde ele estava sofrendo um castigo que Ele não merecia, mas estava ali, no gólgota sofrendo tudo aquilo por mim por você. Como pensar amados, estava Ele abandonado pelo seu pai querido E diante dos seus inimigos, Ele confessa isto que seu pai o havia abandonado, sinceramente é algo que transcende a minha compreensão.
Também penso desta maneira, era um ato de redenção e cada um ao lermos essa passagem passa este sentimento, era o meu pecado que estava ali, e necessitava daquele ato. Os meus pecados estavam sobre Ele naquela Rude Cruz. Confesso que ao escrever isto corre uma lagrima nos meus olhos sou humano Deus me fez assim como não se comover irmãos?
Naquela Rude Cruz se erigiu o Cordeiro de Deus e foi por mim, por você Ele não merecia, Mas…
Era necessário. Os meus pecados amados, os seus pecados amados, só através daquele ato, daquele humilde ato seriam expiados através do sacrifício, naquele lugar, onde o Castigo que nos trouxe a paz foi lançado para Ele, sim para Ele: - Jesus Cristo.
Era um plano divino, e o propósito o nosso Salvador se entregou aquela morte, morte de Cruz, e hoje com muita reverencia posso eu, Sim eu que vos escreve, estar aqui sentado em frente escrevendo esta mensagem, e você amado, lendo ela, relembrando este momento. Então podemos nos prostrar diante dEle, pois é Ele o nosso Senhor e Salvador.
A resposta a pergunta não veio, o seu clamor, logo foi sucessível ao render do seu espírito, a morte foi sentida e tudo esta consumado ecoa na minha mente e na sua também. Derrepente o véu se rasgou exato duas partes, foi de cima para baixo. Para o pai, foi um momento de satisfação seu filho seu único filho passou pelo processo expiatório de sacrifício e redenção.
Hoje podemos adorar e bendizer o Santo nome do Senhor, pois rasgou-se o véu, e temos acesso a Ele, Este testemunho o Pai deu de seu filho. Aquele momento, foi um simples sublime e importante momento. Foi eficaz a obra do Calvário, Aleluias ! 



Texto escrito dia 05-05-2014, às 23:23 horas por Waldryano para o Blog Refletindo o Evangelho, que possa estar refletindo o evangelho de Cristo na minha e na sua vida amados, leiam meus textos e sigam firmes e fortes nesta caminhada, abraço até os próximos textos...


Gostou da msn? Dá um maizinhos no Google+

compartilha ela no Facebook 

ajude ela ir mais longe!

COMENTÁRIOS SEMPRE SÃO BEM VINDOS

You Might Also Like

0 comentários

Formulário de contato